Você sabe como evitar incêndios em prédios de forma realmente eficaz?

Pode parecer que a resposta é simples, mas você saberia responder? E seu condomínio, está pronto para combater qualquer incêndio que se inicie? 

Incêndios em condomínios residenciais e comerciais ocorrem com bastante frequência, para que você saiba se está tudo em dia, e para ter a certeza de que o local esteja bem preparado caso ocorra um evento como esse, elaboramos um check-list para auxiliar na prevenção de incêndios em condomínios. 

1 – Curso de Brigada de Incêndio x Moradores

Muitos moradores não participam dos cursos de brigada contra incêndio por achá-los “chatos”, costumam mandar suas diaristas ou amigos para representá-los. Isso pode se tornar um fator de risco, pois o morador residente pode não saber o que fazer em caso de incêndio.

2 – Portas Corta Fogo e Saída de Emergência

Entre os itens mais importantes está a porta corta-fogo, pois permite a saída dos moradores em caso de incêndio e evitam que a fumaça da combustão e fogo adentrem nas escadas e demais andares, auxiliando no confinamento do fogo melhorando o combate ao incêndio.

Tais portas nunca devem ser trancadas e jamais deve ser depositado lixo nas  saídas de emergências e escadarias, o descarte deve ser feito na lixeira ou local próprio. Tal prática pode ser conveniente para o morador, mas é proibida por ser altamente perigosa em caso de incêndio, tanto por ser material de combustão, como por poder impedir a evacuação dos moradores.

3 – AVCB e Seguro

O AVCB é um laudo que o Corpo de Bombeiros da Polícia Militar do Estado de São Paulo emite, e precisa ser renovado em determinado período de acordo com a legislação vigente, explicitando que o local está em conformidade com as normas de segurança. Edifícios com o AVCB vencidos podem não receber ressarcimento de seguro em caso de incêndio. Ah, seguro esse que é obrigatório! O condomínio é obrigado por lei a ter uma cobertura contra incêndio.

Geralmente o que os bombeiros encontram em não-conformidade com a regra em condomínios são: Itens na escada, Extintores vencidos, Hidratante sem mangueira, bomba de incêndio inadequada, reserva técnica de incêndio utilizada para outros fins, iluminação de emergência deficiente, central de alarme de incêndio defeituosa, outros itens que possam gerar perigo.

 

4 – Sinalização e Rota de Fuga 

É essencial instalar placas sinalizadoras mostrando em qual andar as pessoas estão, para que sentido é o térreo e/ou a rota de fuga estudada, além de onde estão hidrantes, extintores e alarmes. Pode parecer clichê, mas também é essencial a sinalização clara a todos os condôminos sobre a não utilização do elevador em caso de incêndios, pois alguns condomínios contam com sistemas automatizados que desligam os elevadores no caso de incêndios.

5 – Falta de Instrução para Novos Inquilinos 

Todas as informações como saídas de emergência, plano de fuga e outras informações, muitas vezes não são repassadas a novos moradores de aluguel. Este é um grande erro!

6 – Extintores e Mangueiras 

Os extintores devem ser checados, recarregados ou substituídos com certa frequência, de acordo com o tipo de inspeção,  geralmente extintores de CO2 devem ser checados e carregados se necessário a cada 6 meses.  A empresa deve ser certificada pelo INMETRO (lembre-se: o barato pode sair caro).

As mangueiras dos hidrantes também devem ser testadas, sendo desenroladas e passando por teste hidrostático. 

7 – Parte Elétrica

Se você notar que pequenas falhas começam a acontecer como: energia caindo, luz piscando, tomadas que esquentam, pequenos choques, quedas dos disjuntores, cheiro de queimado ou de fumaça… Chame um especialista para analisar. Grande para dos incêndios começam devido a curtos-circuitos. Lembre-se sempre de desligar aparelhos e carregadores das tomadas quando não estiverem sendo utilizados, e principalmente na ausência dos moradores.

8- Alarmes

É altamente importante que seja feita a instalação de uma central de alarmes e detectores de incêndio, mas não basta apenas a instalação, eles devem ser posicionados estrategicamente. Dica: condomínios que optam pela portaria remota da DeltaOmega tem esse serviço incluso!